Leia mais mulheres

Autoras contemporâneas que você tem que conhecer

No universo literário, temos muitas autoras incríveis para ler e conhecer. Que tal dar uma atenção especial a elas? Seguem algumas dicas da Zero11 para você.

  • Alice Munro (1931): Sabe quando você abre um livro, começa a ler e vê ali uma vida comum retratada? Rola uma identificação, né? Do tipo: nossa, isso poderia acontecer comigo. Geralmente, são as histórias mais agradáveis de ler. E é o que propõe a escritora canadense Alice Munro em seus contos. No livro “Ódio, amizade, namoro, amor, casamento“ (2001), por exemplo, você se depara com os sentimentos mais variados de personagens diferentes, mas todos completamente possíveis. Munro ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 2013.
  • Doris Lessing (1919 – 2013): A escritora britânica, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura de 2007, tem uma obra vasta e atemporal. E é possível notar, em seus livros, a presença da mulher forte. Em “As avós” (2013), por exemplo, acompanhamos a história de duas amigas solteiras com dois filhos adolescentes para criar. Não vamos falar muito sobre a história para não dar spoiler, mas os acontecimentos, ao mesmo tempo que surpreendem, são contados de uma maneira muito sutil. Para dar um gostinho, é uma história sobre “amor proibido”.
  • Chimamanda Ngozi Adichie (1977): Chimamanda é uma escritora nigeriana que representa uma nova geração de autoras preocupadas com o empoderamento feminino. E ela demonstra isso de uma forma muito forte e impactante em seu livro “Sejamos todos feministas” (2014), que surgiu a partir de uma palestra que a autora realizou no TED Talks. O seu romance mais recente, “Americanah” (2013), que fala sobre imigração, questões raciais e de gênero, também tem ganhado vários adeptos mundo afora.
  • Eliane Brum (1966): Jornalista, escritora e documentarista brasileira, Eliane Brum transformou suas grandes reportagens em um livro muito sensível, nossa indicação de hoje: O Olho da Rua (2008). Em cada história, conhecemos um pouco mais da repórter, suas dificuldades e experiências ao percorrer o mundo em busca de respostas. Apenas tente não chorar com histórias como a das parteiras da Amazônia ou a simpatia dos pacientes da Enfermaria de Cuidados Paliativos.
  • Martha Medeiros (2008): Entre poesias, romances e crônicas, a escritora brasileira encanta com seu humor e sua visão de mundo sensível presente em sua vasta bibliografia. Para começar, indicamos o livro de crônicas “Doidas e Santas”, que aborda os mais variados assuntos: desde o amor até a decisão de começar a fumar. Rir aqui é inevitável.

Gostou das dicas? Fala pra gente nos comentários e manda suas sugestões também!

Inspirações Relacionadas