O valor da Copa

Independente das pessoas terem gostado ou não da escalação do Dunga, não há como negar que a Copa do Mundo é um evento muito aguardado entre os brasileiros loucos por futebol e/ou por uma farra.

Mais do que um momento para sentar em um barzinho ou no sofá daquele amigo que possui uma bela TV, esse é o momento em que grandes marcas aproveitam para ganhar um pouco mais de visibilidade e atenção dos milhões de brasileiros grudados nas telinhas.

Para as marcas Ambev, Olympikus, Itaú, Coca-cola, Fiat e Oi, a aposta será nos olhinhos daqueles que acompanharão os jogos junto ao Galvão. Para obter uma cota de patrocínio da Globo, essas empresas desembolsaram o valor aproximado de R$81,85 milhões*. Já a rede Visa, a quantia foi de R$25 milhões* para aparecer no famoso Top de 5 segundos.

Já para as marcas Volks, Samsung, BR Petrobras, Caixa, Casas Bahia e Itaipava, o desembolso foi de R$145 milhões* por uma cota na Band. Já a marca Gillette, escolheu um patrocínio diferente e pagou o valor de R$120 milhões* para aparecer na “vinheta da próxima atração” e alcançar o topo da visibilidade.

Esses números são referentes exclusivamente a alguns dos patrocínios que as emissoras Globo e Band ofereceram. Agora, dá para imaginar tudo o que está rolando por aí? Essa é apenas uma pequena demonstração da força que tem esse evento que mobiliza não só pessoas, mas também empresas.

*valores de tabela.

Fonte: Meio&Mensagem

Inspirações Relacionadas