ilustração contendo em visão em 1º pessoa um homem assistindo um vídeo via streaming

Streaming substitui serviços como TV a cabo?

Nos últimos anos, os serviços de streaming, tanto de filmes e séries quanto de música, vêm caindo no gosto popular. Mas vamos fazer uma reflexão: será que esse novo jeito de consumir cultura vai tirar o lugar dos serviços tradicionais, como TV a cabo e CDs?

Em primeiro lugar, podemos notar que a venda de CDs andou caindo bastante. Tudo graças aos downloads na internet, muito antes do streaming e ilegalmente.

As pessoas sempre dão um jeitinho de não pagar, né? Assim como filmes e séries são baixados via torrent (uma forma de compartilhamento de arquivos por vários usuários).

Mas os serviços de streaming como Netflix e Spotify têm uma vantagem para o artista e uma desvantagem para o público: eles são pagos. Dessa forma, os artistas recebem seus direitos, assim como estúdios e produtoras. Porém, o público têm que pagar por aquilo que consome.

É importante fazer uma análise sobre o que vale a pena e o que não vale. O acervo desses meios é bastante vasto.

O Netflix, por exemplo, investiu em produções próprias de séries incríveis, como Orange is The New Black e House of Cards. Já o catálogo de filmes pode, muitas vezes, ser considerado “ultrapassado”.

O Spotify tem um catálogo bastante interessante e atual. Ao pagar, você também adquire uma série de vantagens! Como ouvir música em vários dispositivos, sem propagandas, montar playlists e ouvir músicas quando estiver desconectado. Porém, se um artista não tem interesse em estar no Spotify, aí não tem jeito. É o caso da cantora Taylor Swift.

Comparando os preços absurdos dos CDs e planos de TV, é importantíssimo começar a considerar esse novo panorama. Nesse sentido, acreditamos que os antigos meios ficam para trás e são menos usados. https://www.viagrasansordonnancefr.com/viagra-generique/ Porém, já conseguimos ver algumas tentativas de ajuste ao cenário: álbuns sendo vendidos a preços mais baixos no iTunes, https://www.acheterviagrafr24.com/acheter-du-viagra/ por exemplo. Ou o surgimento dos serviços “on demand” das TVs a cabo, que permitem que você acesse sua conta e assista seus programas de qualquer lugar.

E aí, o que você prefere? Fala pra gente nos comentários 🙂

Posts Relacionados